Texto: Saudades Resenha Gel Espumante para Depilação - Depil Bella Batom Matte Ricosti Wood Resenha Viagem de Férias - Esmaltes Nati

23/02/2015

Amor do passado

Parei minha jornada para repensar um pouco sobre tudo. Conhecer-me. Concentrar-me. Parei por um tempo, amores, amizades. Precisa desse tempo para mim. Pra sofrer um pouco. Para ser feliz sozinha. Pra me lembra de você. 

Minha caminhada tem sido estreita, cheias de curvas, andei algum tempo na contra mão, e por várias vezes pensei em parar para refletir. E parar agora parece meio tarde, mas foi a única hora que me senti confortável para pensar sobre nós dois. Uma hora sabíamos que tínhamos que tomar uma decisão definitiva. Não da para segurar um ao outro numa mão só. Tínhamos que parar e escolher. Para a gente todo esse momento de relacionamento foi baseado em escolhas. Boas ou ruins. 

Estarmos separados por tantos anos foi bom. Parece que nos conhecemos melhor. Você fez sua vida depois de tanto tempo me esperando. E eu fiz a minha depois de tanto tempo querendo você. E assim fizemos nossa caminhada. Sozinhos. Vendo de canto  um o outro caminhando e ao mesmo tempo querendo estar juntos, também feliz pela trajetória e vitórias do outro. 

E agora, depois de anos. Paro e consigo enxergar com mais clareza. Não somos crianças apaixonadas. É amor. Mas o que fazer? Tirei todas as coisas ruins que aconteceu e deixei as boas fluírem na minha mente. Já não me passa aquele medo de errar. Como passava antes. Não me passa ansiedade de correr contra o tempo e te ter logo. Estou mas calma. No momento certo. Esperando você. Parei com aqueles passos longos, parei de tanta loucura. Parei de ficar cega sobre nós dois. 

Já está na cara que o resto da minha caminhada será com você. Mesmo de canto, só vendo você sendo feliz. Não importa como. Sempre teremos essa conexão. E há quem ainda torce pela gente, os grandes esperançosos. Outros já desistiram. E nós? Esperança ou desistência? 

Ainda há muito tempo para pensar. Na verdade muito tempo para você pensar. Eu estarei aqui, sentada no banco do terminal, onde sempre nos encontrávamos, esperando em dia de chuva você aparecer. E com aquele sorriso que me tirava o ar. 




Beijos Erika Harumi

1 escritor(es):

  1. Seus textos são maravilhosos, me fazem lembrar de momentos que talvez tenha esquecido ou que talvez eu queira acreditar nisso. Sempre me identifico com cada palavra dita, mas também um romântico como eu não teria como não amar essas palavras bem escritas. Amei, amei, amei. Parabéns!

    ResponderExcluir

Seja bem-vindo ao Era outra vez, fico feliz com o seu comentário, ele é muito importante.

Volte sempre o/