Look do dia: Cropped de Buldog URGENTE! - Últimas noticiais. Look de Outono com Blusa listrada Testei Loção Deo Adstringente da Beira Alta

13/10/2015

Fim.

Acho engraçado, éramos tanto “nós dois”, éramos “nós” em tudo.  Acordávamos e necessitávamos um da voz do outro de bom dia. Éramos a melhor história de amor, juro que por um momento comecei escrevendo alguns capítulos, era sim, uma história de dar suspiro no final. Esse sentimento era inexplicável. E mudei muito. Mas como pode? De uma hora para outra nos esquecemos, deixamos nossa historia no pause.
Hoje escutar você dizer que de repente encontrou outra pessoa, mesmo que seja só para brincar, “calma, espera” por um momento me senti um brinquedo também, aquele tipo de fantoches que podem ser controlados sabe? Senti uma mistura de novas sensações, por mais que eu saiba que nosso futuro não existiria, dentro, bem dentro de mim ainda criava esperanças.  Como pode virar e dizer que me esqueceu? Como se o que tivéssemos vivido fosse algo normal pra você, você me esqueceu?
Simplesmente conheceu alguém, substituindo tudo que um dia me possuiu. Garantiu-me anos atrás que esse amor nunca seria esquecido, marcamos nossos corpos com o símbolo de amor, dividimos proteção, te orientei pelo caminho melhor, me chamava de anjo lembra? E de repente mudou de anjo? De protetor?
Por favor...                                            
E todas aquelas declarações explicadas? A lealdade que tínhamos? Vai dizer que se entupiu de da nossa historia e cansou do sabor do amor?  Fui mais um brinquedo? A de fevereiro? Com certeza nosso amor é algo inexplicável, ou talvez isso nunca seja amor. Não pode ser amor se for embora, não seria bom para uma linda história. Talvez nunca conhecemos essa palavras.

Então desde já. Boa sorte. E só para constar. Fim.



  Erika Harumi

0 escritor(es):

Postar um comentário

Seja bem-vindo ao Era outra vez, fico feliz com o seu comentário, ele é muito importante.

Volte sempre o/